Então eu pensei em você. E quis me teletransportar pra perto. Pra fazer a cena que eu decorei: eu abraçada em você, passando a mão no seu rosto, te dando o meu sorriso-coração-tá-pulando e te beijando o nariz. Nariz? É, nariz. Beijo meigo. Aqueles de quem ama mesmo e quer cuidar e dar beijo carinhoso. E eu imaginei o seu sorriso bonito como retribuição, aquele seu olhar apertado e sincero e um te amo saindo por entre seus lábios. Foi a glória. Minha mão pela sua boca e um te amo também saindo pela minha boca. Beijo na boca. Glória de novo.

Clarissa Corrêa.  (via d-iversify)

 
Quero terminar com você… Terminar a vida com você.

Collins.   (via restitui-se)

 
Ando distante, distante de quem eu amo, distante até mesmo de mim. A nostalgia que me abraça no presente é a mesma que acaba com o meu futuro, sabendo que amanhã será mais um dia comum. Vou acordar sentindo saudade de coisas que nem aconteceram e levantar da minha cama querendo reviver momentos que ainda não chegaram. Se tudo na vida tem um propósito, então eu nasci fora do padrão.

Sean Wilhelm    (via restitui-se)